Finanças

Ano novo “casa” nova

Como havia comentado no post anterior sobre Metas, metas e metas… o ano passado foi o ano no qual eu acredito ter dado um grande passo para minhas metas futuras.

E essa meta, mais especificamente falando, é na esfera financeira que eu não creio ser a mais importante de todas mas que infelizmente acaba interferindo sim, muito ou pouco, nas demais esferas da vida.

Então, há mais ou menos uns 5 anos comprei meu apartamento (financiado uma boa parte), dando o meu carro como entrada na época e mais um valor que obtive de um terreno e também de um apartamento que vinha pagando (estava em fase de obras na época) no qual tive que me desfazer.

Esse montante me ajudou a dar entrada e comprar meu primeiro imóvel numa região super valorizada de Curitiba (do ladinho do Jardim Botânico) e ainda de mobiliar todo o apartamento do jeitinho que eu queria (ficou maravilhoso).

Contudo, as elevadas taxas do financiamento me fizeram perceber ao longo dos anos que essa dívida me prendia muito, o que me impossibilitava de sonhar pro futuro. E apesar de a cada dois anos eu poder abater a dívida com o meu FGTS, percebi que mesmo assim teria uns bons anos para quita-lo (ainda estaria preso financeiramente).

E pra completar comecei a ficar ainda mais inquieto (leia-se ansioso) com essa situação quando a quase dois anos resolvi fazer um intercambio de pelo menos um ou dois anos. Qual país escolhido? O Canadá! ❤

Foi então que eu comecei a fazer as contas e, apesar de ter um salário muito bom, a conta não fechava. Pois com as altas taxas das parcelas do financiamento e demais despesas (condomínio, energia, internet e etc) que tinha que pagar via meu sonho de intercambio cada vez mais longe.

E como o próprio nome do site diz, eu tive que fazer uma escolha. Ou eu continuava pagando as parcelas do meu financiamento e quem sabe depois de uns dez ou quinze anos eu faria meu intercambio ou eu faria uma mudança em minha vida para quem sabe no máximo em três ou quatro anos fazer o meu intercâmbio.

Foi quando eu parei e simplesmente escolhi mudar, escolhi ser mais livre. Milhões de ideias me vieram a mente, mas apesar de eu ser um grande sonhador eu sempre tento ter os pés no chão, planejando cada passo. E por isso posso dizer que não fui tão radical a ponto de vender tudo e partiu Canadá.

O que eu fiz foi colocar meu apartamento para alugar e alugar um apartamento menor. Assim já consegui economizar em torno de 1 mil a 2 mil reais por mês. Muita grana não? Imagina quanto não dá isso em anos!?

Feito isso, agora a próxima etapa é reduzir o valor do meu financiamento que é atualmente em torno de uns 2,5 mil reais. Com essas medidas eu já começo até a sentir o friozinho do inverno canadense cada dia mais próximo (risos).

Escolha ser livre.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s